BIENAL DE QUADRINHOS DE CURITIBA- DIÁRIO DE EVENTO- DIAS 10 E 11


Esta postagem é pra fechar os últimos dois dias de Gibic..Opa!Bienal de Quadrinhos de Curitiba. Foi um evento importante para mim, pois, marca o início deste site, com produções que estão a todo vapor, então, o evento me deu uma carga de "adrenalina", me encheu de inspiração e vontade de fazer mais. Ver outros artistas e seus materiais me deixou encantada. Fiz perguntas a muitos que lá estavam, pra entender melhor como funciona desde o roteiro, até a impressão(sério, até o tipo de papel de algumas publicações eu cheguei a perguntar).
Numa dessas conversas, tive a oportunidade de conhecer o Editor da Polvo Rosa Books, Alexandre Sakai, e ele me falou sobre o processo de publicar as HQs. Um cara simpático e meticuloso com cada parte dos quadrinhos, até o peso de envio ele tomou cuidado! Fiquei realmente admirada com o trampo do cara.

Conheci também o Antônio Eder, do Dogzilla Studio, que trouxe nesta Bienal o "Se meu cão falasse tudo seria poesia", uma publicação de tirar o chapéu. O Antônio, é preciso dizer, é um cara que conhece muito do que é produzido na cena de Curitiba.

Conheci o Marcelo, da UCM Comics. Este cara foi uma das pessoas mais legais da Bienal pra mim. Um poço de conhecimento de quadrinhos e incentivador da cena independente. Além disso, ele tem um canal no youtube que fala sobre quadrinhos, o Estúdio UCM Comics, vale a pena dar uma olhada.



Claro, que é preciso dizer que eu praticamente fali neste evento. Tamanho volume de Zines, Graphic Novels, Revistas, Cartazes e etc que adquiri. Mas, eu não sou a melhor pessoa para resenhá-los, por isso indico o site Suposto Escritor, que teve o trampo e fez ótimas avaliações do material recolhido:




E, por fim, que venham os próximos eventos!





Share this:

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário